Stollen da Oma (Pão de Natal)

Posted by chm On novembro - 8 - 20133 COMMENTS

Stollen, Pão de natal alemão. Foto: knusperj/wikipediaVocê lembra do Natal quando vê um panetone? Na Alemanha, é o Stollen que provoca esta lembrança. O Stollen é um tipo de pão doce amanteigado, recheado de frutas cristalizadas, uvas-passas e amêndoas ou marzipã, mais úmido e de textura mais firme que o panetone, mas extremamente aromático e saboroso. O aroma do Stollen é o aroma do Natal para muitas famílias alemãs!

A origem do Stollen remonta ao final da Idade Média. Naquela época, o período de Advento (as quatro semanas que antecedem o Natal) era um período de penitência e neste período o povo era proibido de comer manteiga; por isso, as receitas eram preparadas com óleo de colza e ficavam pesadas e com gosto pouco agradável. Pior: na Saxônia, o óleo era muito caro e difícil de encontrar. Então os padeiros locais pediram que o Príncipe Eleitor pedisse ao papa que liberasse o uso da manteiga. O primeiro pedido, feito ao papa Nicolau V em 1450, foi negado. Um segundo pedido, feito a Inocêncio VIII em 1490 foi aceito e a manteiga foi liberada mediante o pagamento de uma taxa para a construção da Catedral de Freiberg. Para marcar a ocasião, os padeiros de Dresden desenvolveram a receita do que é hoje o mais conhecido Stollen, o Dresdner Christstollen, que é produzido até hoje por cerca de 150 casas especializadas que podem ostentar o selo de origem da iguaria.

Vocês vão notar que a receita da Oma usa grandes quantidades dos ingredientes… Era costume da família preparar o Stollen para presentear a família e os amigos. E também os vizinhos, pois o perfume do Stollen invade toda a vizinhança! Se desejar, diminua proporcionalmente os ingredientes para preparar quantidades menores.

Stollen da Oma (Pão de Natal)

Ingredientes

  • 2Kg Farinha de trigo
  • 875g Manteiga sem sal
  • 300g Açúcar
  • 875g Uvas-passas
  • 4 colheres (sopa) Rum ou conhaque
  • 75gr Cidra cristalizada
  • 175g Amêndoas moídas
  • 125g Fermento fresco para pães
  • 1/2 fava Baunilha
  • 1 limão (casca ralada)
  • 500ml leite
  • a gosto essência de amêndoa amarga
  • 1 pitada sal
  • 100gr manteiga sem sal para pincelar
  • o quanto baste Açúcar de confeiteiro para cobrir

Modo de fazer

  1. Um dia antes da preparação, misture o rum ou conhaque com as uvas-passas e deixe marinando na geladeira.
  2. Dissolva o fermento com o açúcar e deixe descansar por 10 ou 15 minutos. Enquanto isso, corte a manteiga (em temperatura ambiente) em pedaços e misture à metade da farinha com o sal. Acrescente o fermento dissolvido, o leite e misture bem. Acrescente os demais ingredientes (exceto a manteiga para pincelar e o açúcar de confeiteiro) e a farinhas aos poucos, sovando por 10 a 15 miuutos. Deixe descansar até dobrar de volume.
  3. Divida a massa em 8 ou 10 partes. Abra cada parte sobre uma superfície enfarinhada até formar um retângulo com 3 ou 4 cm de altura. Dobre a massa sobre si mesma no sentido do comprimento, deixando aproximadamente 1/4 sem cobrir. Coloque em uma forma untada com manteiga, cubra e deixe descansar por 1 hora em local aquecido e sem corrente de ar.
  4. Asse em forno pré-aquecido a 160 graus por aproximadamente 1 hora.
  5. Depois de assado, tire do forno e pincele a manteiga (que deve, ainda assim, derreter na superfície do Stollen). Finalize espalhando uma camada generosa de açúcar de confeiteiro com o auxílio de uma peneira fina. Deixe esfriar completamente na forma.

Dicas:
1- Coloque mais de um Stollen por vez em formas retangulares grandes, dividindo com uma barreira de papel alumínio entre eles para que não grudem.
2- depois de completamente frios, embrulhe em papel celofane transparente e guarde em um local escuro e arejado.
3- Espere pelo menos uma semana antes de consumir para realçar bem o sabor.


Glühwein (Vinho quente alemão)

Posted by chm On julho - 24 - 2013ADD COMMENTS

gluhwein. foto http://www.kuechengoetter.de/O Glühwein é uma receita que lembra o vinho quente que servimos nas festas juninas e é muito popular nas feiras e festas de natal para espantar o frio do inverno europeu. Existem muitas variações, mas alguns ingredientes nunca podem faltar: cravos, canela e laranja. Veja uma das receitas de Glühwein, ideal também para esquentar os dias mais frios do inverno brasileiro.

Glühwein (vinho quente alemão)

Ingredientes

  • 1 garrafa vinho tinto seco
  • 3 paus de canela
  • 6 cravos da índia
  • 4 colheres (sopa) açúcar
  • 1 laranja
  • 1 limão
  • 2 saquinhos chá preto (opcional)
  • 200ml rum ou licor de Amaretto (opcional)

Modo de fazer

  1. Coloque o vinho em uma panela. Misture o açúcar, o limão espremido e a laranja espremida.
  2. Faça um sachê e coloque a casca de meio limão, a casca de meia laranja, o cravo e a canela. Feche bem e coloque no vinho.
  3. Esquente bem, mas não deixe ferver. Desligue o fogo, coloque o chá preto (opcional). Dexe 5 minutos em infusão e retire.
  4. Aguarde aproximadamente 1 hora. Após este período, retire o sachê e esquente novamente (sem ferver).
  5. Para servir, coloque uma pequena dose (20ml) de rum ou amaretto (opcional) na xícara e em seguida o Glühwein.

Dicas:
1- Se quiser o Glühwein mais fraco, acrescente 250 ml de água ou suco de laranja à receita.
2- Se desejar, acrescente 150g de ameixas pretas ou cerejas à receita

Estrelas de Canela (Zimtsterne)

Posted by chm On abril - 7 - 2013ADD COMMENTS

zimsterne

Zimtstern é um biscoito clássico de Natal na culinária alemã, especialmente na região da Suábia, mas que também acompanha um café ou chá da tarde em dias mais frios. Fácil de fazer e com um belo efeito decorativo, as Zimtsterne não levam farinha de trigo em sua preparação.

 

Estrela de Canela (Zimtsterne)

Ingredientes

  • 4 claras
  • 250g açúcar de confeiteiro
  • 400g avelãs ou amêndoas moídas
  • 2 colheres (chá) canela em pó
  • quanto baste açúcar cristal

Modo de fazer

  1. Bata as claras em neve bem firme e junte o açúcar de confeiteiro. Retire 4 colheres (sopa) da mistura e reserve.
  2. No restante da mistura, adicione as avelãs ou amêndoas moídas e a canela em pó. Sove bem a massa.
  3. Em uma superfície lisa, polvilhe uma boa camada de açúcar cristal e abra a massa com um rolo até que ela fique com aproximadamente meio centímetro de espessura.
  4. Molde as estrelas e deixe secar sobre papel manteiga por cerca de duas horas. Cubra com mistura de claras em neve e açúcar de confeiteiro reservada.
  5. Asse em forno pré-aquecido a 160 graus por aproximadamente 20 minutos.

Dica: Acrescente à massa algumas gotas (a gosto) de essência de rum.

Fonte: Deutsche Welle

Biscoito de Especiarias da Oma (Spekulatius)

Posted by chm On junho - 6 - 20116 COMMENTS

O Spekulatius é uma receita de biscoito natalino muito popular na Holanda, Bélgica e em parte da Alemanha. Tradicionalmente, os biscoitos são moldados com formas que lembram o ambiente rural ou os personagens ligados ao Natal.

Biscoito de Especiarias da Oma (Spekulatius)

Ingredientes

  • 4 xícaras (chá) farinha de trigo
  • 5 colheres (chá) fermento em pó
  • 3/4 xícara (chá) amêndoas torradas e moídas ou castanha de caju
  • 1 xícara (chá) açúcar
  • 250g manteiga sem sal gelada
  • 2 ovos inteiros
  • 1/2 colher (chá) cravo moído
  • 1/2 colher (chá) noz moscada
  • 1 colher (chá) canela em pó
  • 1/2 colher (chá) gengibre em pó
  • 1/2 colher (chá) pimenta do reino

Modo de fazer

  1. Misture todos os ingredientes secos.
  2. Acrescente a manteiga cortada em pedaços pequenos e amasse até fazer uma farofa.
  3. Acrescente os ovos e amasse até obter uma massa lisa e maleável
  4. Abra a massa fina sobre uma superfície enfarinhada e corte com os moldes de biscoito.
  5. Arranje os biscoitos em uma forma untada.
  6. Pincele com gema e polvilhe um pouco de amêndoas trituradas (opcional)
  7. Asse em forno pré-aquecido a 200 graus por cerca de 15 minutos.

Sugestões:
1- Você pode deixar a massa pronta descansando por uma noite em um lugar frio pa realçar o sabor das especiarias.
2- Substitua o açúcar refinado comum por açúcar mascavo.

Vanillekipferl é um biscoito em forma de meia-lua muito apreciado na Europa Central. Sua origem é austríaca e é tradicionalmente feito para ser consumido no período de Advento (a partir do quarto domingo antes do Natal) e na própria festa de Natal, mas é possível encontrar Vanillekipferl todo o ano. Diz a tradição que a forma do biscoito em meia-lua (ou crescente) foi dada para lembrar a bandeira turca e a vitória dos exércitos austro-húngaros contra os turcos.

A Oma sempre chamou este delicioso biscoito de Krängeln. Infelizmente a origem do nome foi perdida.

Biscoitos Amanteigados de Baunilha (Krängeln / Vanillekipferl)

Ingredientes

  • 210g manteiga sem sal
  • 280g farinha de trigo
  • 120g nozes descascadas ou amêndoas sem pele
  • 100g açúcar
  • 3 gemas
  • a gosto baunilha (fava ou essência)
  • o quanto baste Açúcar de confeiteiro

Modo de fazer

  1. Misture a farinha peneirada, a manteiga e as nozes até que fique uma farofa.
  2. À parte bata as gemas e o açúcar até esbranquiçar. Acresente a baunilha e verta sobre a farofa de farinha, manteiga e nozes.
  3. Misture bem com as mãos até que a massa possa ser enrolada sem grudar. Se precisar, acrescente mais farinha, aos poucos. Cuidado para não deixar a massa seca demais.
  4. Deixe a massa descansar envolta em papel filme para não perder a umidade.
  5. Faça um cordão com aproximadamente 1cm de diâmetro, corte a cada 7cm aproximadamente e modele na forma da letra C (meia lua).
  6. Arrume em uma forma untada e leve ao forno pré-aquecido a 200 graus por 20 minutos (não deixe passar do ponto)
  7. Espere esfriar um pouco e passe os biscoitos no açúcar de confeiteiro.

Notas:
1- A receita original da Oma Luiza leva amêndoas ou castanhas de caju. As nozes são uma adaptação da Oma Dorit.
2- Os biscoitos ficam mais gostosos depois de um ou dois dias.
3- Coloque uma ou duas favas de baunilha dentro do pote em que você guarda o açúcar de confeiteiro. Com o tempo o aroma da baunilha passa para o açúcar.