Receita básica de Chucrute (Sauerkraut)

Posted by chm On julho - 2 - 20132 COMMENTS

Exemplo de chucrute. Foto: Alina Zienowicz, Wikipedia

Chucrute é quase sinônimo de alemão… Irônico, porque chucrute em alemão é Sauerkraut! O nome, na verdade, pouco importa: o fato é que o chucrute, que nada mais é do que uma conserva de repolho, é conhecido em todo o mundo e muito consumido, especialmente na Europa e nos Estados Unidos.

As origens do chucrute são bem antigas. Há relatos da prática de conservar o repolho em sal já na China de 2000 a.C e tratados romanos que tratam do assunto. O chucrute chegou a Europa provavelmente trazida pelos Tártaros, povo que originalmente habitava o deserto de Gobi e migrou para o oeste, chegando à Rússia e Europa Central. A popularidade do chucrute deve-se também ao fato dele ser uma fonte de nutrientes disponível durante o inverno europeu e uma forma prática de alimentação durante viagens marítmas, combatendo, inclusive, males como o escorbuto.

O chucrute caseiro é um alimento saudável e muito benéfico ao organismo:

  • – probiótico natural, com lactobacilos vivos (quando não pasteurizado e não cozido)
  • – rico em enzimas e fibras
  • – rico em vitaminas B6, C e K
  • – rico em ferro
  • – fonte dos antioxidantes luteína e zeaxantina, associados à boa saúde dos sistema ocular
  • – O chucrute é um remédio popular para tratar úlceras no estômago
  • – A água do chucrute é um remédio popular contra aftas, usado para fazer bochechos, e o próprio chucrute costuma ser colocado sobre a afta para ajudar no tratamento.

Uma advertência: devido ao processo de preparação, o chucrute contém alto teor de sódio e de tiramina. Hipertensos e pessoas com problemas na tireóide devem consumir o chucrute com moderação.

O chucrute caseiro é muito fácil de fazer (bastam apenas alguns cuidados durante o tempo de fermentação) e acompanha muitos pratos.

Chucrute em conserva

Ingredientes

  • 1 repolho médio
  • 2 colheres (sopa) sal marinho triturado

Modo de fazer

  1. Lave muito bem o repolho e descarte as folhas externas e o miolo. Corte em tiras finas.
  2. Tempere com o sal.
  3. Coloque tudo em um recipiente em possa ser colocada uma tampa ou prato que feche bem e aguente um peso, mais ou menos como uma forma de queijo, mas sem os furos. Prense bem, coloque a tampa e um peso por cima.
  4. Deixe descansar em um local fresco e escuro por 2 dias. A temperatura ideal é entre 18 e 20 graus.
  5. Passados os dois dias, retire a tampa e pressione com as mãos para tirar a água. Descarte a água e coloque o repolho em um pote hermético ou barrica de forma que o conteúdo preencha quase todo o recipiente, deixando cerca de um dedo entre a tampa e o conteúdo do pote.
  6. Guarde o pote bem fechado em um local fresco e escuro, como antes. Aguarde pelo menos 15 dias para poder usar.

Dicas:
1- O chucrute fica mais saboroso com o passar do tempo, observando o prazo de validade de 6 meses.
2- Tenha muito cuidado com o processo de fermentação. As bactérias benéficas responsáveis pelo processo precisam de pouquíssimo oxigênio, razão pela qual o repolho deve ser bem prensado. Muito oxigênio (tampa inadequada, temperatura muito alta, pouco peso sobre a tampa) pode favorecer o crescimento de bactérias nocivas que farão o repolho apodrecer ao invés de fermentar.

Spätzle com Chucrute

Posted by chm On junho - 19 - 2011ADD COMMENTS

Spätzle com Chucrute

Spätzle com Chucrute

Ingredientes

  • 1 receita básica de Spätzle
  • 1 vidro Chucrute
  • 200g bacon defumado em cubos

Modo de fazer

  1. Faça a receita básica do Spätzle conforme descrito em http://www.receitas-da-oma.dtup.com.br/massa-alema-spatzle/
  2. Escorra e esprema o chucrute.
  3. Em uma panela grande, frite o bacon para que derreta a gordura e acrescente o chucrute para refogá-lo. Acrescente o Spätzle.